Receitas
Macarrão oriental com shitake
Grau de dificuldade: Fácil
Tempo de preparo: Até uma hora
Rendimento: 4 porções

Confira receita retirada do livro "Alimentos para a Imunidade", da série "100 Receitas de Saúde", da Publifolha. O shitake, velho conhecido dos apreciadores da comida japonesa, se tornou um ingrediente freqüente em pratos e já pode ser encontrado em diversos restaurantes.

Prepare um saboroso macarrão com esse cogumelo e conheça suas propriedades e nutrientes. Veja outras receitas.

Macarrão oriental com shitake

Este cogumelo japonês tão apreciado tem uma capacidade poderosa no combate a doenças.

Nativo da China, do Japão e da Coréia, o shitake vem sendo usado nesses países há milhares de anos para evitar e curar doenças.

Na China antiga, era receitado pelos médicos para combater várias moléstias, de resfriados e gripes a problemas gastrointestinais. Recentemente, o shitake vem sendo submetido a diversos estudos científicos que pesquisam suas propriedades curativas e fortalecedoras da imunidade.

Nutrientes:

Vitaminas B1, B2, B3, C; ferro, magnésio, fosfato, potássio, lentinan; proteína

As propriedades do shitake

Este cogumelo contêm lentinan, composto polissacarídeo que parece ajudar a diminuir o colesterol. O lentinan foi isolado e licenciado como droga anticancerígena no Japão, devido à capacidade de estimular o sistema imunológico e de desativar as células malignas. Além disso, acredita-se que estimule a produção de interferon, substância antiviral e bactericida que pode ajudar a inibir o vírus HIV. O shitake também é rico em aminoácidos, estimulantes da função imunológica geral.

Sugestões de consumo

Apesar de serem mais caros que muitas variedades de cogumelos, uma pequena quantidade de shitake basta para trazer benefícios para a saúde e satisfazer o apetite. Podem ser comprados frescos, em conserva ou secos, e utilizados em pratos variados, do mesmo modo que os outros cogumelos.

Informações sobre o shitake

  • Na China antiga, os shitakes eram considerados tão especiais que apenas a família imperial tinha o direito de consumi-los.
  • O shitake é apenas um dentre os vários cogumelos medicinais que, muito mais que outros alimentos, vem sendo estudado por suas propriedades imunológicas. Outros cogumelos pesquisados são o maitake e o reishi (ganoderma).
  • Os benefícios do shitake para a saúde estão disponíveis na forma de suplementos. Como possuem propriedade anticoagulante, devem ser tomados com moderação pelos que usam medicamentos para afinar o sangue.
Ingredientes

250g de talharim com ovos ou bifum (macarrão de arroz, isento de glúten)
3 colheres (sopa) de shoyu
1 colher (sopa) de molho de ostra
1 colher (chá) de açúcar mascavo
1 colher (sopa) de óleo de gergelim
2 unidades pimentas-malaguetas pequenas, sem sementes e fatiadas
1 unidade tofu firme, cortado em cubos
1 pedaço de 5 cm de gengibre fresco ralado
2 unidades dentes de alho amassados
150g de shitake em fatias
6 talos de cebolinha picados

Modo de preparo

Cozinhe o macarrão em água fervente por 5 minutos. Escorra, coloque numa vasilha e junte o shoyu, o molho de ostra e o açúcar. Aqueça o óleo em uma wok (ou frigideira grande). Refogue a pimenta, o tofu, o gengibre e o alho por dois minutos. Junte o macarrão, os cogumelos, a mistura dos molhos e a cebolinha. Mexa tudo e sirva imediatamente.

Restrições Alimentares

vegetariana

Palavras-chave: macarrão oriental, shitake
Banco de receitas

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade